ANPARQ Associação Nacional de Pesquisa e Pós Graduação em Arquitetura e Urbanismo

 
 
NOTÍCIAS


07/12/2017 | Ofício encaminhado à Presidência da CAPES pela ANPARQ solicitando separar a Arquitetura e Urbanismo do Design no SNPG, incluindo considerações sobre critérios de avaliação.



Ofício encaminhado à Presidência da CAPES pela ANPARQ solicitando separar a Arquitetura e Urbanismo do Design no SNPG, incluindo considerações sobre critérios de avaliação.

Ofício ANPARQ nº 06/2017

 

Porto Alegre, 07 de dezembro de 2017

 

Prof Dr. Abílio  Baeta  Neves 

Presidente da CAPES

Setor Bancário N Quadra 2 Bloco L Lote 6

Edifício CAPES 7004-­‐000

Brasília

 

A Pós-­‐Graduação em Arquitetura e Urbanismo insere-­‐se no Sistema Nacional de Pós-­‐Graduação em conjunto  com  a  Pós-­‐Graduação  em  Design.  Tanto  Arquitetura  e  Urbanismo  quanto  Design  ou Desenho Industrial, como se diz mais propriamente em português, se enquadram como sub-­‐áreas da Área de Avaliação Arquitetura, Urbanismo e Design na Grande Área de Ciências Sociais Aplicadas. A ANPARQ vem pelo presente solicitar a separação das duas sub-­‐áreas e sua re-­‐classificação como áreas básicas de conhecimento, conforme moção aprovada por unanimidade na Assembléia Geral Extraordinária da Associação em 05 de dezembro do corrente, apresentando exposição de motivos a seguir. Recapitulamos a natureza e a constituição histórica de Arquitetura, Urbanismo e Design, as circunstâncias em que sua associação na CAPES se efetivou, dados críticos sobre o seu desenvolvimento, e considerações sobre suas divergências.

A Arquitetura é disciplina milenar, como o comprova o tratado de Vitrúvio, remanescente da cultura imperial romana. O Urbanismo apareceu em meados do século dezenove, e o Design ou Desenho Industrial, como se diz mais propriamente em português, no começo do século vinte. Pode-­‐se dizer até que a Arquitetura, focada no projeto da edificação e dos espaços abertos entre edificações, se desdobrou em disciplinas distintas: o Urbanismo, preocupado com a cidade enquanto conjunto de edificações e espaços abertos entre edificações, e o Design focado no desenho de objetos para a produção industrial ou semi-­‐industrial. Mas há sutilezas no processo. As conexões entre Arquitetura e Urbanismo são estreitas. Ambos se preocupam com o espaço habitado. Suas diferenças são primariamente questão de escala. Apesar da atuação historicamente significativa de arquitetos no desenho do mobiliário e do seu interesse na pré-­‐fabricação de elementos construtivos, o Design é campo mais abrangente que a Arquitetura e Urbanismo, não preocupado especificamente ou primariamente com o espaço habitado. A emergência do Urbanismo como especialidade da Arquitetura se vinculou a discussões sobre políticas e obras públicas correlacionadas com uma formação profissional acadêmica, em especial na França, enquanto a emergência do Design foi apoiada por grandes empresas, em especial na Alemanha, e associada a um sistema de formação profissional em liceus de artes e ofícios-­‐ dos quais a Bauhaus foi a versão moderna. Note-­‐se ainda que o Urbanismo não se confunde com o Planejamento Urbano e Regional de escopo mais vasto, eminentemente interdisciplinar, área independente tanto na Tabela de Áreas de Conhecimento da CAPES quanto na do CNPq.

No Brasil, o curso de Arquitetura data de 1826, no âmbito da Academia Imperial de Belas Artes, e o curso de engenheiro arquiteto surge como especialidade na Politécnica de São Paulo, em 1894. O primeiro curso de arquitetura autônomo é o da Escola de Arquitetura de Belo Horizonte em 1930, seguido do curso da Faculdade Nacional de Arquitetura criada no Rio de Janeiro em 1945. A primeira escola de Design, também no Rio, foi a Escola Superior de Desenho Industrial em 1962. Os primeiros programas  de  pós-­‐graduação  em  Arquitetura  e  Urbanismo  datam  dos  1970,  e  os  de  Design  de

 

meados dos 1990.  A entrada do Design no Sistema Nacional de Pós-­‐Graduação se fez através da área de Arquitetura e Urbanismo por uma razão muito simples. Entre 1970 e 1990, os principais cursos de graduação em Arquitetura e Urbanismo brasileiros incluíam no seu currículo disciplinas voltadas para a teoria e prática do projeto de objetos e a teoria e prática da comunicação visual, reflexo tardio da tradição Bauhaus. Na Avaliação Trienal 2001 da CAPES, havia um único programa de pós-­‐graduação em Design, o da PUC-­‐Rio, e onze programas em Arquitetura e/ou Urbanismo. Na Avaliação Trienal 2004, o número de programas em Design havia subido para dois, com o ingresso da UNESP-­‐Bauru, e os de Arquitetura e/ou Urbanismo para quatorze. Na Avaliação Trienal 2007, haviam seis programas de  pós-­‐graduação  em  Design,  oferecendo  sete  cursos  (seis  mestrados  e  um  doutorado),  contra dezesseis programas de Arquitetura e Urbanismo oferecendo vinte e cinco cursos (dezesseis mestrados e nove doutorados). A união parecia fortalecer as duas áreas.

 
 


Contudo, a predominância da Arquitetura e Urbanismo era inconteste. A Comissão de Avaliação da Área em 2007 era composta de dois membros do Design e quatro de Arquitetura e Urbanismo, mais os dois representantes de área, também de Arquitetura e Urbanismo. A proporção era de 25% do Design (pouco maior que a percentagem de participação em cursos oferecidos, 7/32=23%) e 75% de Arquitetura e Urbanismo (pouco menor que a percentagem de participação no total de cursos oferecidos, 25/32=78%). Dez anos depois, na Avaliação Quadrienal 2017, Arquitetura e Urbanismo tem quarenta e três programas oferecendo cinqüenta e nove cursos, Design tem vinte e cinco programas oferecendo trinta e seis cursos. As dinâmicas de crescimento são diferenciadas: o número de programas de Arquitetura e Urbanismo cresceu 1,72 vezes na década, enquanto o número de programas de Design cresceu 4,17 vezes. FIG. 1

 

  FIG 1. Tabela AU/D 2017. Fonte: Plataforma Sucupira

Pode-­‐se dizer que o Design prescinde já de companhia, afirmação corroborada pela observação dos cursos oferecidos no quadriênio. Embora hajam duas vezes mais mestrados acadêmicos de Arquitetura e Urbanismo que Design (34/17), a diferença diminui em termos de doutorados (16/11) e praticamente desaparece nos mestrados profissionais (9/8). A percentagem de participação de Arquitetura e Urbanismo em cursos oferecidos diminuiu na década (59/95=62%) e a do Design cresceu (36/95=38%); arredondando, a participação do Design passou de 1 para 4 (25% em 2007-­‐ 75% em 2017) a 1 para 1,5 (40% em 2007-­‐ 60% em 2017). A Comissão de Avaliação da Área teve 50% de membros do Design e 50% de Arquitetura e Urbanismo, computados os dois Coordenadores Adjuntos, um de programa de Arquitetura e Urbanismo e o outro de programa de Design, e excluído o Coordenador de Área, de programa do Design; a Representação de Área havia sido transformada em Coordenação de Área em 2007, e mais tarde tinha passado a contar com um Coordenador Adjunto de Programas Acadêmicos e um Coordenador Adjunto de Programas Profissionais. Embora a paridade dos membros da Comissão de Avaliação pudesse ser contestada em termos de representatividade, ela evidencia na prática e no mínimo uma aspiração de igualdade, sugerindo que a independência entre as duas sub-­‐áreas é condição desejável para ambas, mantenham-­‐se sob o mesmo guarda-­‐chuva ou ratifique-­‐se pela CAPES a separação que pleiteamos.

 

De fato, há divergências entre as duas áreas que se acentuaram nesse quadriênio, e tem a ver com tanto com as características dos produtos da pesquisa em História, Teoria, Metodologia e Projeto de Arquitetura, Urbanismo e Paisagismo-­‐ isto é, a maioria da pesquisa em Arquitetura e Urbanismo-­‐ quanto com as características dos veículos usados para difundir esses produtos. São em geral trabalhos que juntam narrativa e imagem e adotam a forma de ensaio, monografia, dissertação, porque o desenvolvimento pleno de seus argumentos exige extensão, e essa é freqüentemente incompatível com as restrições de espaço em periódicos. A maioria dos pesquisadores em Arquitetura e Urbanismo  vê o artigo em periódico como equivalente a um capítulo auto-­‐suficiente de livro, seja o livro que é obra individual seja o livro que é coletânea. Não desprezam o periódico, mas na melhor tradição das Humanidades reclamam atenção para o livro, veículo de importância fundamental e até preferencial para a difusão de seus trabalhos, como o próprio Documento de Área 2017  o  reconhece.  É  sugestivo  que  seja  prática  habitual  de  programas  de  pós-­‐graduação  em Arquitetura e Urbanismo registrar apenas livros nas bibliografias apresentadas em editais de seleção de candidatos a mestrados e doutorados.

Livros apresentam mais dificuldade de avaliação normalizada que periódicos. Mas a maioria dos periódicos relevantes para a pesquisa em Arquitetura e Urbanismo não se enquadra no tipo de periódico normalizado com fator de impacto, que as Ciências ditas Exatas e as Engenharias prezam, ressalva feita para a pesquisa em Tecnologia de Arquitetura, como aquela que trata experimentalmente de problema construtivo ou ambiental. Não se trata de uma deficiência, mas de uma  diferença.  Não  leva  a  propor,  a  partir  da  sub-­‐valorização  irrefletida  de  veículos  que  são específicos de Arquitetura e Urbanismo, que qualquer periódico de outra área em que o pesquisador de Arquitetura e Urbanismo publique tenha a mesma importância em Arquitetura e Urbanismo. A dificuldade de avaliação normalizada de livros e periódicos de Arquitetura e Urbanismo não justifica a submissão expediente e expedita a uma forma única de veicular conhecimentos e a uma forma única de medir conhecimentos que se associam a uma forma única de produzir conhecimentos. Para a tradição humanística de Arquitetura e Urbanismo, não procede que se premiem as colaborações formais de trabalho entre docentes e discentes, prática usual em pesquisas experimentais. Sem desprezar tais colaborações, essa tradição as vê com uma ponta de desconfiança, porque acredita nas responsabilidades bem definidas, admirando a autoria individual de docente ou discente. Tudo isso posto, dificuldade não é impossibilidade, mesmo quando ao requisito de atenção para a dualidade de tradições de pesquisa dentro de Arquitetura e Urbanismo se junte o de estabelecer correspondências razoáveis entre as mesmas.

Em  contraste,  a  área  de  Design  propõe-­‐se  a  reforçar  os  vínculos  com  sua  tradição  tecnicista  e empresarial, reivindica uma condição interdisciplinar e quer continuar emulando os procedimentos de avaliação das Ciências Exatas e Engenharias, apostando em periódicos convencionalmente científicos, e desvalorizando livros, assim como trabalhos em anais de eventos. É opção que assiste aos pesquisadores da área, e não cabe à Arquitetura e Urbanismo contestar, mas que não pode estender-­‐se  à  pesquisa  em  Arquitetura  e  Urbanismo  sem  forte  prejuízo  das  especificidades  da mesma. Por isso mesmo, a separação das duas áreas se faz urgente, permitindo eliminar fontes de atrito que prejudicam tanto a qualificação das áreas quanto a qualificação da cultura brasileira entendida no seu sentido pleno. Ao fim de contas, nossa solicitação não é propriamente original, como se pode ver na Tabela de Áreas do Conhecimento do CNPq em contraste com a da CAPES.

Na Tabela de Áreas de Conhecimento da CAPES atualizada em 2017, a Área Básica ou Área de Avaliação Arquitetura, Urbanismo e Design é composta por Arquitetura e Urbanismo, com dezessete especialidades, que identificaremos abaixo, e Desenho Industrial (sic), sem nenhuma especialidade identificada. Na Tabela de Áreas de Conhecimento do CNPq, tanto Desenho Industrial como Arquitetura e Urbanismo são áreas independentes dentro da Grande Área de Ciências Sociais Aplicadas. Desenho Industrial tem duas subáreas, Programação Visual e Desenho de Produtos, sem

 

especialidades.  Arquitetura  e  Urbanismo  tem  quatro  sub-­‐áreas:  Fundamentos  de  Arquitetura  e Urbanismo (incluindo como especialidades História da Arquitetura e Urbanismo, Teoria da Arquitetura, História do Urbanismo, e Teoria do Urbanismo) , Projeto de Arquitetura e Urbanismo (incluindo como especialidades Planejamento e Projeto da Edificação, Planejamento e Projeto do Espaço Urbano, Planejamento e Projeto do Equipamento), Tecnologia de Arquitetura e Urbanismo (incluindo apenas Adequação Ambiental como especialidade), e Paisagismo (cujas especialidades são Desenvolvimento Histórico do Paisagismo, Conceituação do Paisagismo e Metodologia do Paisagismo, Estudos de Organização do Espaço Exterior, e Projeto de Espaços Livres Urbanos). As especialidades de Arquitetura e Urbanismo arroladas na Tabela de CAPES simplesmente amalgamam dois estratos justificadamente distintos no CNPq. Apesar das reservas que se podem fazer à nominata de especialidades (redundância, por exemplo, História da Arquitetura e Urbanismo já incluindo História do Urbanismo), a classificação do CNPq é mais precisa na sua estrutura que a da CAPES. O anexo 1, pp. 5-­‐6 permite uma comparação visual rápida. Em retrospectiva, a Tabela de Áreas de Conhecimento da CAPES dá testemunho da natureza casuísta da associação de Arquitetura, Urbanismo e Design numa única área de avaliação. Não mais vigentes as razões que levaram a essa associação, a separação solicitada ofereceria a oportunidade de conferir maior rigor conceitual e maior elegância formal àquela Tabela. Para arquitetos e urbanistas, não é pouco.

 Neste termos, 

 Pede deferimento.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 
 Prof Dr Carlo Eduard Dia Comas Presidente da ANPARQ

 

ANEXO 1.

TABELA DE ÁREAS DE CONHECIMENTO CAPES GRANDE ÁREA CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS

ÁREA BASICA/ ÁREA DE AVALIAÇÃO/ SUB-­‐ÁREAS/ ESPECIALIDADES

ARQUITETURA,URBANISMO E DESIGN ARQUITETURA E URBANISMO

fundamentos de arquitetura e urbanismo história da arquitetura e urbanismo teoria da arquitetura

história do urbanismo teoria do urbanismo

projeto de arquitetura e urbanismo planejamento e projetos da edificação planejamento e projeto do espaço urbano planejamento e projeto do equipamento adequação ambiental

paisagismo

desenvolvimento histórico do paisagismo

conceituação de paisagismo e metodologia do paisagismo estudos de organização do espaço exterior

projetos de espaços livres urbanos DESENHO INDUSTRIAL

nenhuma especialidade identificada

 

TABELA DE ÁREAS DE CONHECIMENTO DO CNPq GRANDE ÁREA CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS

ÁREA BASICA/ ÁREA DE AVALIAÇÃO/ SUB-­‐ÁREAS/ ESPECIALIDADES

ARQUITETURA E URBANISMO

FUNDAMENTOS DE ARQUITETURA E URBANISMO

história da arquitetura e urbanismo teoria da arquitetura

história do urbanismo teoria do urbanismo

PROJETO DE ARQUITETURA E URBANISMO

planejamento e projetos da edificação planejamento e projeto do espaço urbano planejamento e projeto do equipamento

TECNOLOGIA DE ARQUITETURA E URBANISMO

adequação ambiental PAISAGISMO

desenvolvimento histórico do paisagismo

conceituação de paisagismo e metodologia do paisagismo estudos de organização do espaço exterior

projetos de espaços livres urbanos

ÁREA BÁSICA OU ÁREA DE AVALIAÇÃO/ SUB-­‐ÁREAS/ ESPECIALIDADES DESENHO INDUSTRIAL

PROGRAMAÇÃO VISUAL

sem especialidade identificada DESENHO DE PRODUTO

sem especialidade identificada



 
 
MAIS NOTÍCIAS:


24/05/2018 - ADIAMENTO DO PRAZO PARA SUBMISSÕES DE PROPOSTAS - V ENANPARQ 2018

03/05/2018 - PRÊMIO ANPARQ - PRORROGADO PRAZO DE INSCRIÇÕES

19/03/2018 - Prêmio ANPARQ 2018

19/12/2017 - Publicação da versão inglês da edição n.3 Thésis

17/11/2017 - Aviso de Seleção para o Mestrado Profissional em Conservação e Restauração de Monumentos e Núcleos Históricos da Universidade Federal da Bahia

01/06/2017 - I CILITUR recebe submissão de trabalhos até agosto

09/04/2017 - PPGAU/UFU lança edital para Processo Seletivo 2017

07/04/2017 - Vilanova Artigas: Casas Paulistas, novo livro de Marcio Cotrim é lançado no IAB/SP

03/04/2017 - Carta em Defesa da Sociedade e do IPHAN

31/01/2017 - Processo seletivo 2017 - Mestrado e Doutorado - NPGAU/EA-UFMG.

31/01/2017 - Processo seletivo de docente para o Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo - Mestrado Associado UniRitter/Mackenzie.

31/01/2017 - Chamada de artigos para Revista PROJETAR - Projeto e Percepção do Ambiente

25/01/2017 - Divulgação do 4.º Congresso Internacional da Habitação no Espaço Lusófono.

13/01/2017 - Nota de Denúncia e Protesto Ao Povo Brasileiro e à Comunidade Acadêmica Nacional

01/12/2016 - Manifestação de apoio da ANPARQ ao IPHAN

22/11/2016 - Nota de Instituições do Fórum de Ciências Humanas, Sociais e Sociais Aplicadas contra a Violência Policial em Manifestações Estudantis no Brasil.

01/11/2016 - Apoio do Prourb à Carta do FCHSA encaminhada ao CNPq

31/10/2016 - Carta ao Ministro Kassab _ CNPq e FINEP

28/10/2016 - Manifestos sobre a proposta de estrutura organizacional do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicação, aprovada pelo Decreto N. 8.877, de 18 de outubro de 2016

21/10/2016 - Chamada: Pós-doutorado na FAUUSP | 2017

21/10/2016 - Prorrogação do Prazo de Inscrição no Edital CHSSA-CNPq

19/10/2016 - Carta do Fórum CHSA ao CNPq

14/10/2016 - PROCESSO SELETIVO PPGAU FAU-MACKENZIE

04/10/2016 - PROCESSO SELETIVO DE DOCENTES

20/09/2016 - Processo seletivo POSURB PUC Campinas

14/09/2016 - Nota pública da ANPEGE sobre o crítico momento que atualmente a sociedade brasileira vivência

20/08/2016 - Nota de pesar pelo falecimento de Rodrigo Ferreira Simões, presidente da ANPUR.

18/08/2016 - Mesa de encerramento da Enanparq 2016 debate a UIA2020 e temas emergentes para a área de Arquitetura e Urbanismo nos próximos anos.

08/08/2016 - Nova diretoria da ANPARQ 2017/2018

07/08/2016 - Moção da ANPARQ contra a censura na educação aprovada em sua 4ª Assembleia Ordinária.

02/08/2016 - Resultado PRÊMIO ANPARQ 2016

08/07/2016 - Programação completa do IV ENANPARQ 2016

22/06/2016 - Convocatoria para publicação de artigos na Revista De Arquitectura

08/06/2016 - Mestrado Profissional em Arquitetura Paisagística - UFRJ [Inscrições: 18/05 a 27/06]

26/05/2016 - CHAMADA PARA SELEÇÃO– PROGRAMA NACIONAL DE PÓS-DOUTORADO PNPD/CAPES 2016/2017 - UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA

10/05/2016 - Em defesa de uma política de Estado para a ciência, a tecnologia e a inovação.

05/05/2016 - PROCESSO SELETIVO 2016/2. PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ARQUITETURA E URBANISMO. PPGAU UPM.

03/05/2016 - Indicação de representantes para compor o Comitê de Assessoramento de Arquitetura, Demografia, Geografia, Turismo e Planejamento Urbano e Regional do CNPq conduzido pela ANPARQ

14/04/2016 - Processo Seletivo 2016. Programa de Pós-graduação em Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal de Uberlândia. Inscrições: 4/4 a 29/4.

11/04/2016 - PRÊMIO ANPARQ 2016

10/04/2016 - Prorrogação do prazo para chamada de trabalhos IV ENANPARQ

04/04/2016 - Chamada de Trabalhos para o 5º Seminário Internacional de Museografia e Arquitetura de Museus: Fotografia e Memória.

30/03/2016 - ANPARQ integra o CIAU - UIA 2020.

22/03/2016 - Chamada de Trabalhos. IV ENANPARQ.

22/03/2016 - NOTA PÚBLICA - FAUUSP - MANIFESTAÇÃO EM DEFESA DA JUSTIÇA E DEMOCRACIA.

22/03/2016 - Prorrogado o prazo para envio dos resumos ao 6o.DoCoMomo Norte Nordeste.

21/03/2016 - O IAB e o momento atual.

15/03/2016 - Regulamentação específica de ética na área de Ciências Humanas, Ciências Sociais e Sociais Aplicadas.

07/03/2016 - NOTA PÚBLICA - MANIFESTAÇÃO EM DEFESA DA JUSTIÇA E DEMOCRACIA

02/03/2016 - XIV SEMINÁRIO DE HISTÓRIA DA CIDADE E DO URBANISMO. PRORROGAÇÃO DE PRAZO.

16/02/2016 - A ANPARQ convida arquitetos e urbanistas pesquisadores a se afiliarem como sócios individuais

04/02/2016 - PROCESSO SELETIVO 2016 PPGAU/UFPB CURSO DE MESTRADO E DOUTORADO

04/02/2016 - edital PNPD 2016 PROGRAU/UFPel

21/01/2016 - Prorrogação das Chamada de Sessões_IV ENANPARQ

21/01/2016 - Chamada de trabalhos n.02 - revista Thésis

17/01/2016 - ANPARQ integra o CIAU 2020 (UIA 2020)

12/01/2016 - Lançamento da edição N.01 [Jan./Jul. 2016] da revista Thésis e Chamada de trabalhos da edição N.02

12/01/2016 - Chamada de Trabalhos (n.39 / n.40) Revista Pós

12/01/2016 - Concursos para o Cargo de Professor de Magistério Superior com lotação para a FAU-UnB

16/12/2015 - PPGAU/UFES Seleção de candidatos a bolsista do Programa Nacional de Pós-Doutorado (PNPD) da CAPES

16/12/2015 - MOÇÃO SOBRE OS RUMOS DA POLÍTICA NACIONAL DE PÓS-GRADUAÇÃO.

16/12/2015 - Edital de seleção Mestrado Profissional em Conservação e Restauração de Monumentos e Núcleos Históricos da Universidade Federal da Bahia (MP-CECRE UFBA)

16/12/2015 - Área de Arquitetura e Urbanismo conquista pela primeira vez o GRANDE PRÊMIO CAPES DE TESE ANTÔNIO HOUAISS 2015

21/11/2015 - Concurso para docente da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da UFBA

15/11/2015 - Chamada de Sessões para IV ENANPARQ

09/11/2015 - Moção de Repúdio ao processo de substituição de Superintendentes Estaduais do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN)

21/10/2015 - Atenção - alteração de auditório do IV Senau

21/09/2015 - 4o. SeNAU - hotéis recomendados

01/09/2015 - FICHA de INSCRIÇÃO 4º SeNAU - Seminário Nacional de Pesquisa e Pós-graduação em Arquitetura e Urbanismo

31/08/2015 - CHAMADA DE TRABALHOS PARA IV World Planning Schools Congress

31/08/2015 - Abertura de inscrições para o Processo Seletivo de Mestrado e Doutorado do Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo do IAU/USP

31/07/2015 - Chamada para a Revista URBANA / CIEC-UNICAMP

31/07/2015 - Moção contra a redução de recursos para a pós-graduação no Brasil

24/07/2015 - Ofício nº 0339/15 CNPq

21/07/2015 - NOTA PÚBLICA SOBRE O ATRASO E A REDUÇÃO DOS RECURSOS AOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO BRASILEIROS

17/07/2015 - Estão abertas as inscrições para a turma 2015/2016 da Residência AU+E/UFBA!

05/06/2015 - Moção de Repúdio à alínea II do artigo 20 da Resolução Normativa 002/20015 do CNPq

01/05/2015 - Indicação Comitê de Assessoramento de Arquitetura, Demografia, Geografia, Turismo e Planejamento Urbano e Regional do CNPq

08/12/2014 - Cadernos de resumos do III ENAPARQ

05/11/2014 - Atualização site ANPARQ

05/11/2014 - Fotos do III ENANPARQ

27/10/2014 - Resultado Prêmio ANPARQ 2014

24/10/2014 - Convocação de Assembleia geral ordinária da ANPARQ

02/06/2014 - Pós graduação PUC Campinas inscrições abertas

02/06/2014 - Resultado dos Simpósios temáticos aprovados para o IIIENANPARQ

17/12/2012 - Processo Seletivo 2013: Mestrado e Doutorado em Arquitetura e Urbanismo NPGAU/UFMG

21/09/2012 - RESULTADO DA PREMIAÇÃO ANPARQ 2012

12/09/2012 - Processo Seletivo: candidatos ao curso de Mestrado Acadêmico em Urbanismo do PROURB/FAU/UFRJ

12/09/2012 - Processo Seletivo: Programa de Pós-graduação em Ciências Sociais da PUC Minas

desenvolvido por Labasoft
ANPARQ © 2018 - ANPARQ - Associação Nacional de Pesquisa e Pós-graduação em Arquitetura e Urbanismo - www.anparq.org.br